quarta-feira, 29 de maio de 2013

USC abrirá inscrições para o Torneio de Debates

USC abrirá inscrições para o Torneio de Debates
 
De 3 a 7 de junho pelo site www.usc.br/eventos_usc. Monte sua equipe!


A Universidade Sagrado Coração (USC) abre inscrições de 3 a 7 de junho para os estudantes interessados em participar do Torneio de Debates que, neste ano será realizado de 21 a 25 de outubro. O torneio, que debate temas da atualidade, é um evento acadêmico e faz parte de um Programa de Extensão com equipes de estudantes debatedores pertencentes aos mais diversos cursos da Instituição.

Todos os estudantes da USC poderão participar do torneio realizando a inscrição por equipes composta por cinco membros, sendo quatro titulares e um reserva, mais um tutor que poderá ser um professor ou um funcionário da Universidade. A equipe deverá ser composta por estudantes de, pelo menos, dois cursos diferentes. 

quinta-feira, 16 de maio de 2013

Não medite para consertar a si mesmo

“Não medite para consertar a si mesmo, para se curar, para melhorar ou para se redimir: em vez disso, faça como um ato de amor, de profunda e afetuosa amizade consigo mesmo.

Dessa maneira não existe a menor necessidade da sutil agressão do auto-aperfeiçoamento nem da infinita culpa de não estar fazendo o suficiente. Esse jeito oferece um fim para a incessante roda de tentar com tanto esforço que amarra a vida de muitas pessoas em um nó. Ao invés disso agora há a meditação como um ato de amor. Como isso é infinitamente maravilhoso e encorajador.”

~ Bob Sharples, em “Meditation: Calming the Mind”
http://dharmalog.com/2013/05/10/meditacao-como-amor-e-profunda-amizade-consigo-mesmo-sem-ter-que-melhorar-ou-fazer-mais-por-bob-sharples/?utm_source=Assinantes+do+Dharmalog&utm_campaign=1ae5c14e63-RSS_EMAIL_CAMPAIGN&utm_medium=email&utm_term=0_eb93933aad-1ae5c14e63-296231497


Examinemos sinceramente nossa existência...

Como está nossa vida? Quais foram até agora nossas prioridades e o que queremos para o tempo de vida que nos resta?

Somos um misto de sombras e luzes, de qualidades e defeitos. Seria essa uma maneira de ser ideal, um fato inevitável? 

Se assim não for, o que fazer? 

Essas perguntas merecem ser feitas, sobretudo, se sentimos que uma mudança é possível e desejável.

Contudo, no Ocidente, devido às atividades que consomem, da manhã à noite, uma parte considerável de nossa energia, temos menos tempo para nos debruçar sobre as causas fundamentais da felicidade.
Imaginamos que, mais ou menos conscientemente, quanto mais multiplicamos nossas atividades, mais as sensações se intensificam e mais nossa insatisfação é estancada. 

Na realidade, muito são aqueles que, ao contrário, se sentem decepcionados e frustrados com o modo de vida contemporâneo. Sentem-se desarmados, mas não veem outra solução porque as tradições que preconizam a própria transformação estão fora de moda.

As técnicas de meditação visam transformar a mente. Não é necessário atribuir-lhes um rótulo religioso particular. Cada um de nós tem uma mente, cada um pode trabalhar com ela.


O texto a seguir foi extraído do livro, “A arte de meditar”, por Matthieu Ricard, páginas 11-12.


quinta-feira, 9 de maio de 2013

A arquitetura do mal

ONG de Bauru divulga lista dos que assinaram as PECs 33 e 37


Entidade afirma que esse é ‘o primeiro passo para, nas próximas eleições, cobrar deles, nas urnas, a devida responsabilidade’
A Organização Não Governamental (ONG) Bauru Transparente (Batra), de Bauru, aderiu à campanha contra a PEC 33 e a PEC 37.