quarta-feira, 30 de abril de 2014

o mendigo e o seu tesouro

Por mais de trinta anos um mendigo ficou sentado no mesmo lugar, debaixo de uma marquise. Até que um dia, uma conversa com um estranho mudou sua vida: 
– Tem um trocadinho aí pra mim, moço? – murmurou, estendendo mecanicamente seu velho boné.
– Não, não tenho – disse o estranho. – O que tem nesse baú debaixo de você?
– Nada, isso aqui é só uma caixa velha. Já nem sei há quanto tempo sento em cima dela.
– Nunca olhou o que tem dentro? – perguntou o estranho.
– Não – respondeu. – Para quê? Não tem nada aqui, não!
– Dá uma olhada dentro – insistiu o estranho, antes de ir embora.
– O mendigo resolveu abrir a caixa. Teve que fazer força para levantar a tampa e mal conseguiu acreditar ao ver que o velho caixote estava cheio de ouro. Eu sou o estranho sem nada para dar, que está lhe dizendo para olhar para dentro.
Não de uma caixa, mas sim de você mesmo. Imagino que você esteja pensando indignado: “Mas eu não sou um mendigo!”
Infelizmente, todos que ainda não encontraram a verdadeira riqueza – a radiante alegria do Ser e uma paz inabalável... são mendigos, mesmo que possuam bens e riqueza material. Buscam, do lado de fora, migalhas de prazer, aprovação, segurança ou amor, embora tenham um tesouro guardado dentro de si, que não só contém tudo isso, como é infinitamente maior do que qualquer coisa oferecida pelo mundo.


- trecho extraído da obra "O Poder do Agora", de Eckhart Tolle

domingo, 27 de abril de 2014

Renascimento, A Arte da Respiração

Tudo o que vivemos se reflete na nossa respiração e por isso é muito frequente dizermos e escutarmos coisas como "estou com o peito apertado", "tenho me sentido sufocado", "não tenho tido tempo nem para respirar", "preciso tirar umas férias para experimentar outros ares", "estou sem inspiração", etc. 
Mesmo sem percebermos, falamos muito de respiração. Mas respiramos pouco e mal... Isso pode ser fácil e rapidamente mudado. 
Da mesma forma que as tensões da vida geram tensões na respiração, quando desenvolvemos consciência da nossa respiração e a tornamos relaxada e fácil, estamos produzindo um efeito em todos os campos da nossa vida. 
Os efeitos do Renascimento são profundamente terapêuticos e diariamente presenciamos curas de disfunções respiratórias, stress, ansiedade, fobias, pânico e diversos outros desequilíbrios. Mas o que é mais frequente são os relatos de alívio, bem-estar, surgimento de compreensão, integração, aceitação, experiências prazerosas de contato com o próprio corpo e aprofundamento em estados meditativos.
fonte: http://www.renascimento.pro.br/renascimento/index.htm

Participem! Eu recomendo!

Batra e Observatório Social promovem campanha de cadastramento

Batra e OSB fazem campanha para cadastramento de empresas

Meta é contribuir para aumento da concorrência e redução dos valores

A Bauru Transparente (Batra), em parceria com o Observatório Social do Brasil (OSB), que conta atualmente com mais de 70 Observatórios Sociais em treze estados do país, cadastra empresas e indústrias de Bauru e região interessadas em receber gratuitamente avisos de licitações em todo o Brasil, de acordo os seus ramos de atividades.
Com isto, busca-se contribuir para o aumento da concorrência nos certames e para a diminuição dos valores praticados, proporcionando maior economia aos cofres públicos e minimizando as chances de ocorrerem práticas de corrupção nas disputas.
“A parceria entre Observatório Social do Brasil e a Batra vem ao encontro dos objetivos comuns das duas entidades que atuam em favor da transparência e do controle social na aplicação dos recursos públicos, monitorando as compras da prefeitura e da câmara municipal de seus municípios”, diz Rafael Moia, presidente da Batra.
A partir dessa etapa, será feita a divulgação gratuita de seus editais de licitações a todas as empresas cadastradas em seu Sistema Informatizado de Monitoramento das Licitações. Aqueles empresários que desejarem receber os avisos de licitações poderão acessar o endereço a seguir e realizar o cadastramento: http://www.observatoriosocialdobrasil.org.br/Research21989content217990.shtml
Os interessados também podem enviar seus dados diretamente para a sede comum da Batra e OS de Bauru, que fica na rua Monsenhor Claro, 11-62, CEP 17014-360, Vila Mesquita – Bauru-SP (telefones 3879 3850 e 3879 3850). O Observatório Social do Brasil já é parceiro do Sebrae-PR, através do Programa ‘Compra Paraná’ que tem como foco capacitar as micro e pequenas empresas para o mercado de compras públicas.


Política

http://www.jcnet.com.br/Politica/2014/04/batra-e-osb-fazem-campanha-para-cadastramento-de-empresas.html 

quarta-feira, 16 de abril de 2014

Analfabetismo Político e Voto de Protesto



Analfabetismo Político e Voto de Protesto


O momento de uma eleição é mesmo ímpar... mas para alguns, a democracia se resume no uso da urna eletrônica no dia da votação. Eles se sentem sinceramente indignados com a corrupção, mas, além de reclamar, nada mais se sentem capazes de fazer. Nitidamente desinformados, insistem em enxergar a urna como algum tipo de latrina eletrônica, onde com ar solene, ele vomitará sua raiva, despejará sua frustração, ou apenas purgará sua torpeza, na forma de algum protesto patético, o qual seria simplesmente inútil, se não fosse de fato bastante danoso aos interesses da coletividade da qual ele mesmo faz parte.
Muito além daquele “analfabeto político”, tão brilhantemente tipificado na famosa obra de Bertolt Brecht, eis que surge no horizonte de nossa “sociedade da informação”, uma nova e mais sutil versão: aquele cidadão que se dá ao trabalho de disseminar publicamente equívocos absurdos de interpretação da legislação eleitoral, induzindo a erro e causando danos incalculáveis ao exercício da cidadania. Presta, este elemento, um autêntico desserviço à sua Nação e ao seu povo.

“Calma! O verão não corre pro outono!

DESACELERE, AMIGO

Frequentemente nos sentimos tão distantes de casa, do amor, das respostas, dos “amanhãs” que secretamente esperamos. Nos sentimos tão longe da vida…
Mas a vida nunca está realmente longe. A vida nunca pode estar à distância. A vida está sempre aqui, onde nós estamos, e somos inseparáveis do seu brilhante esplendor de luz e sombra.
Não há urgência. O verão não corre em direção ao outono. Uma pequena folha de grama não está tentando crescer mais rápido do que a sua vizinha. Os planetas giram lentamente em suas órbitas. Este universo antigo não tem pressa.
Mas a mente, sentindo-se tão dividida da totalidade, quer respostas agora, querer soluções hoje, querer saber tão desesperadamente. Quer alcançar suas preciosas conclusões. E, no fim, quer estar no controle das coisas.
Mas você não é a mente. A mente é um aspecto do todo, mas não consegue capturar o todo…
Então desacelere, amigo. Faça uma profunda e consciente inspiração. Confie  no lugar que você está, no lugar do “ainda sem respostas”, o precioso lugar de não saber. Este lugar é sagrado, porque é 100% vida. Está repleto de vida, saturada com a vida, transbordando vida.
Não tente se apressar para a próxima cena do filme de “mim”. Esteja aqui, nesta cena, Agora, a única cena que existe.
Agora é o lugar onde as perguntas descansam e as respostas crescem, nos seus próprios tempos…”

~ Jeff Foster, “Slow Down, Friend” (04/02/2014)

FONTE:
http://dharmalog.com/2014/02/11/calma-amigo-universo-nao-tem-pressa-jeff-foster/

Quem és tu?

"Quem sou eu?" tem de ser perguntado nos recantos mais profundos do seu ser. Você tem de ressoar com essa pergunta. Ela tem de vibrar em você, pulsar em seu sangue, em suas células. Tem de se tornar um ponto de interrogação na sua própria alma.

E, quando a mente está silenciosa, você vai saber. 

Não que alguma resposta será recebida por você em palavras, não que você será capaz de escrever em sua agenda que “esta é a resposta". Não que você consiga dizer a alguém "esta é a resposta". Se você conseguir dizê-la a alguém, esta não é a resposta

Se você conseguir escrevê-la em uma agenda, esta não é a resposta.

Quando a verdadeira resposta aparece, ela é tão existencial que é inexprimível.


Osho, em "Destino, Liberdade e Alma: Qual é o Sentido da Vida?"