domingo, 29 de junho de 2014

Somebody to Love - Glee Cast


Somebody To Love

Can anybody find me somebody to love?

Each morning I get up I die a little
Can barely stand on my feet
(Take a look at yourself) Take a look into the mirror and cry
Lord what you're doing to me
I have to spend all my years in believing you
But I just can't get no relief Lord
Somebody (somebody) ooh somebody (somebody)
Can anybody find me somebody to love?

O Nível do Ser





O Nível do Ser



Quem somos? De onde viemos? Para onde vamos? Para que vivemos? Por que vivemos?...

Inquestionavelmente, o pobre "Animal Intelectual", equivocadamente chamado homem, não só não sabe como, além disso, nem sequer sabe que não sabe... 

O pior de tudo é a situação tão difícil e tão estranha em que nos encontramos. Ignoramos o segredo de todas as nossas tragédias e, não obstante, estamos convencidos de que sabemos tudo... 

Transporte-se um "mamífero racional", uma dessas pessoas que na vida se presume influente, ao centro do deserto do Saara. Deixe-o ali, longe de qualquer oásis, e observe de uma nave aérea tudo o que acontece.   

Os fatos falarão por si mesmos: o "humanóide intelectual", ainda que se presuma de forte e se ache muito homem, no fundo, resulta espantosamente débil... 

sábado, 28 de junho de 2014

DO DESEJO - DA NOITE


DA NOITE

II
Que canto há de cantar o que perdura?
A sombra, o sonho, o labirinto, o caos
A vertigem de ser, a asa, o grito.
Que mitos, meu amor, entre os lençóis:
O que tu pensas gozo é tão finito
E o que pensas amor é muito mais.
Como cobrir-te de pássaros e plumas
E ao mesmo tempo te dizer adeus
Porque imperfeito és carne e perecível

E o que eu desejo é luz e imaterial.

Que canto há de cantar o indefinível?
O toque sem tocar, o olhar sem ver
A alma, amor, entrelaçada dos indescritíveis.
Como te amar, sem nunca merecer?


 

(Da Noite - 1992)

Hilda Hilst

pag. 30. Ed. Globo, 3ª reimpressão, 2013.  

quarta-feira, 25 de junho de 2014

quando o inimigo somos nós mesmos

Na longa jornada em direção ao autoconhecimento, vários são os possíveis obstáculos que se nos aparecem... nenhum é casual...
cada qual tem uma função específica, cirurgicamente precisa, útil para aquele estado ou estágio no qual nos encontramos. Algumas dolorosas experiências estão relacionadas com alguma confusão interior, dúvida ou desânimo... sejam dificuldades com o mundo que nos cerca, sejam dificuldades internas... Ambas nos remetem ao fato de que estamos, momento a momento, justamente no ponto de encontro entre duas linhas*: a linha vertical (o nível do Ser) e a linha horizontal (a linha da vida comum, com todos os seus compromissos, contas, afazeres, entretenimentos, dramas, comédias e tragédias).

O fundamental em tudo isso, não importa a vida que levemos, é entender que nada nos acontece por acaso... 

* da obra "Tratado de Psicologia Revolucionária", de M. Samael A. Weor

Leia o excerto de Pema Chödron, na sequência:

'No nível interior, talvez nada realmente nos ataque exceto nossa própria confusão'

Pema Chödron

domingo, 22 de junho de 2014

Regime Diferenciado: redenção das obras públicas no Brasil?

E muitas obras não ficaram prontas, mesmo com RDC

 

20/05/2014

 

Por Henrique Ziller*

Regime Diferenciado de Contratações seria a redenção das obras públicas no Brasil. Prometeu muito e entregou pouco, por uma razão simples: não se resolveu o problema central que é a falta de projetos adequados.
É impressionante a incapacidade dos atores públicos de compreender o óbvio. O problema das obras públicas não está na suposta burocracia criada pela Lei 8.666/1993. Não está na responsabilidade pela autoria do projeto da obra. Não está nos órgãos de controle. O problema está na falta de projetos básicos e executivos de qualidade.

sábado, 21 de junho de 2014

Te direi em Segredo - poema de Rumi

Magnífico!
simplesmente um dos mais belos, sublimes e profundos conjuntos de versos já lapidados pelo espírito humano...
repleto de símbolos, metáforas, de sensações e de amores...
só um alquimista seria capaz de penetrar seus códigos...
só um autêntico enamorado do Sagrado sentiria com tamanha intensidade...
com tamanha profundidade, translucidez e êxtase! 
nenhuma emoção supera esse sentimento...
só um espírito suficientemente elevado seria capaz de enunciar tal 'melodia', a partir de sua alma, que não sei se é mais humana ou se é mais divina...
somente o Ser, a fonte de tamanha inspiração e júbilo...

deleite-se!
e sinta neste poema magnífico, o que também posso sentir agora! Atribui-se a autoria do texto a J. Rumi **

silvio m. maximino





Vem,
Te direi em segredo
Aonde leva esta dança.

Vê como as partículas do ar
E os grãos de areia do deserto
Giram desnorteados.

Cada átomo
Feliz ou miserável,
Gira apaixonado
Em torno do sol.

sexta-feira, 20 de junho de 2014

VNV Nation - instrumentais

As It Fades: faixa 10 do álbum "Judgement"





Forsaken: faixa 5 do álbum "Praise the Fallen"



 

Photon: do  álbum "Automatic"

 

Assista: "Não há amanhã" e "Encruzilhada"


There's no tomorrow (dublado) 

Abaixo, você encontrará links para dois documentários bastante interessantes e realistas, abordando temas do comportamento humano em sociedade. 
O primeiro (Não há amanhã - There's no tomorrow), com uma didática impecável e com o uso de animação gráfica, além de centenas de dados estatísticos, irá abordar a impressionante e crucial questão do crescimento demográfico e da crescente demanda por energia, em escala exponencial (progressão geométrica) no planeta.
Esse breve filme-animação tem o mérito de nos chamar a atenção para a problemática da cultura do hiperconsumo irresponsável ou inconsequente e igualmente para o fato de que, independentemente de quais estratégias de sustentabilidade adotemos, em questão de tempo (de muito pouco tempo) a simples demanda crescente por alimento e energia tornará nosso modo de vida absolutamente insustentável. Se nossas principais fontes de energia são não-renováveis, se o crescimento demográfico mundial aliado ao exponencial crescimento da economia (exploratória) não retrocede, é muito difícil entender o 'beco sem saída' no qual estamos entrando? Estamos cegos, como uma boiada estourada, caminhando em direção ao abismo?

Assista! vale a pena!!


Na sequência, o segundo documentário indicado, é igualmente interessante! Um pouco mais longo, aborda abertamente os desafios que as populações humanas já estão enfrentando ou irão enfrentar nos próximos anos:"Encruzilhada".


Encruzilhada - 'Crossroads'

Trata-se de um documentário (produzido por Joseph Ohayon), explorando as possíveis causas da condição humana atual e oferecendo uma nova perspectiva sobre o futuro.

Incentiva os espectadores a desafiarem seus próprios paradigmas e suposições sobre quem realmente são e sobre seu modo de vida... incentiva profundamente a se questionarem sobre o porquê de fazermos o que fazemos.

Em vez de culpar 'algo externo' pelos problemas que nos cercam, o documentário nos pede para voltar nosso olhar para nós mesmos e para a relação de causalidade que podemos desencadear, gerando as mudanças que queremos ver.  

Como somos responsáveis por tudo que acontece?

Somos indivíduos separados e isolados uns dos outros, ou todos formamos um todo, uma unidade?

Nossas ações podem influenciar as ações e sentimentos de outros em nosso entorno?
Nossas atitudes podem gerar reações em cadeia e se espalharem para um número cada vez maior de pessoas.

"O que vemos no mundo é um reflexo de quem somos."

"Os problemas que enfrentamos não podem ser resolvidos no mesmo nível de pensamento em que foram criados."
( Albert Einstein )

"Quando os ventos da mudança sopram, uns levantam muros para se proteger, outros constroem moinhos."
( Dom Quixote - Miguel de Cervantes )

"A coisa principal da vida não é o conhecimento, mas o uso que dele se faz"
( Talmud )




quinta-feira, 19 de junho de 2014

Programa presta desserviço à cidadania

N​ote esse interessante artigo jornalístico que transcrevo abaixo.

Ele é bem abrangente e contundente no sentido de exemplificar diversos pontos bastante questionáveis da matéria veiculada em um programa de televisão de grande audiência no Brasil.

A repórter tocou no ponto fundamental que eu já venho notado há bom tempo e sobre o qual tenho palestrado sempre que posso: o desserviço que a mídia de massa tem prestado à cidadania no Brasil, desde sempre.
Concordo especialmente com sua constatação no sentido de que as matérias dessas mídias se resumem a ​meros apelos ​sensacionalistas que não apresentam qualquer relevância para o incremento do exercício da cidadania.
O cidadão comum, já tão mal informado (ou seria melhor dizer 'desinformado'?) a respeito das ferramentas presentes em nossa incipiente democracia, acaba vítima da superficialidade dessa classe midiática, que ignora propositadamente as iniciativas de inúmeras pessoas e ONGs sérias que trabalham pela conscientização e moralização política em nosso país.

Se você assistiu a referida produção televisiva (http://g1.globo.com/fantastico/noticia/2014/06/assessores-e-ex-deputado-revelam-como-funciona-esquema-de-corrupcao.html), PERGUNTO-LHE? para você, o que ​rest​ou no final?

Para a maioria, irá restar apenas o costumeiro sentimento de raiva, frustração e desânimo em relação à participação no processo político.
Mas não era justamente essa a intenção? A mensagem subliminar mais uma vez foi implantada nas mentes de milhões de cidadãos: é inútil ter esperança ou participar, pois o sistema está completamente podre e não há nada que possamos fazer para mudar... essa foi a triste, capciosa e ideológica mensagem que fica impregnada na alma do cidadão desavisado.

Silvio M. Maximino



Abaixo a íntegra da reportagem que analisou o programa de televisão mencionado:



OPINIÃO

Programa da Globo faz reportagem que parece ser contra a corrupção, mas presta desserviço à cidadania ao fugir do debate da reforma política

Cotas para negros em concursos públicos

Cotas para negros em concursos públicos



Lei que reserva 20% das vagas em concursos para negros entrou em vigor nesta terça-feira (10) e vai valer pelos próximos 10 anos, até 2024. 

Veja a íntegra


LEI Nº 12.990, DE 9 JUNHO DE 2014.

Reserva aos negros 20% (vinte por cento) das vagas oferecidas nos concursos públicos para provimento de cargos efetivos e empregos públicos no âmbito da administração pública federal, das autarquias, das fundações públicas, das empresas públicas e das sociedades de economia mista controladas pela União.
A PRESIDENTA DA REPÚBLICA Faço saber que o Congresso Nacional decreta e eu sanciono a seguinte Lei:
Art. 1o Ficam reservadas aos negros 20% (vinte por cento) das vagas oferecidas nos concursos públicos para provimento de cargos efetivos e empregos públicos no âmbito da administração pública federal, das autarquias, das fundações públicas, das empresas públicas e das sociedades de economia mista controladas pela União, na forma desta Lei.

é possível viver com lucidez?

 “Não vejo porque (essa lucidez total) não deveria ser encontrada por qualquer um que seja realmente sério a esse respeito. Mas a maioria de nós não é séria. Queremos ser entretidos, queremos que alguém nos diga o que fazer, queremos que alguém nos diga como viver, o que é a claridade, o que é o verdadeiro, o que é Deus, qual é a conduta correta e por aí vai.” 
                                   Jiddu Krishnamurti 



Publicado por Nando Pereira

  Entrevista de Krishnamurti ao prof. Huston Smith (MIT)

quarta-feira, 18 de junho de 2014

Luz do Sol Em Meus Ombros



Sunshine On My Shoulders

Sunshine on my shoulders - makes me happy
sunshine in my eyes - can make me cry
sunshine on the water - looks so lovely
sunshine almost always - makes me high

if i had a day that i could give you
i'd give to you a day just like today
if i had a song that i could sing for you
i'd sing a song to make you feel this way