segunda-feira, 5 de junho de 2017

aula "Fator Gentileza"

Como ser mais gentil com as outras pessoas e consigo próprio? 
Como sustentar um jeito de ser gentil mesmo sob pressão?   
Que diferença faz a gentileza na melhoria da qualidade de vida pessoal e profissional das pessoas? 
Quais são as bases para uma gentileza simples e ao mesmo tempo profunda?
Estas e outras questões foram abordadas no último sábado. 

A gentileza tem um enorme poder harmonizador. Conversas difíceis se tornam mais fáceis com o tempero da gentileza. Encontros se tornam mais humanos tendo a gentileza como alicerce. Quando gentileza gera gentileza, a possibilidade da expressão humana se amplifica. Gentileza madura e sensível é expressão, não subserviência.
Gentileza não pode ser confundida com bajulação ou emotividade, tampouco pode ser medida por tamanho e quantidade. Gentileza não depende de autoridade, nem de poder. Em muitas situações, aprendemos a ser duros e sem querer valorizamos isso.








Nenhum comentário:

Postar um comentário